terça-feira, julho 11, 2006

Diário de uma produtora e a festinha rock deste blog


Então, era 5ª feira, dia 06/07/06, mas bem antes eu estava numa correria louca que é produzir um show. Bem mais que isso: produzir um festival, mostrar quatro bandas novas do cenário de rock desta cidade é realmente uma aposta bem louca e lembrem: era uma quinta-feira e tudo que fazer um show numa semana de chuva e com um dia útil seguinte pode representar... Eu segui. Só os desafios me atraem.

Produzir o festival se inicia com a proposta de Theo (& os Irmãos da Bailarina) de dar esse ar de celebração na repercussão das entrevistas com bandas novas que o blog encampou. Claro que eu fico um tanto reticente, mas o cara é bom de lábia e não é que era o que eu queria fazer?? Depois de esclarecer que a casa seria uma parceira, que os custos seriam de divulgação e que era só escalar as bandas pra showzinhos pockets me empolgo um tantão porque pra mim tava fácil demais, apesar da insegurança de armar um show com todas as implicações já citadas.

Chamo as bandas, todos toparam. Dai começamos a acertar ordem de apresentação. Lembro de traçar um roteiro de atividades, ser mais organizada que o habitual o que inclue: preparar o release, solicitar um artista à preparação do cartaz (o que magistralmente coube a Ed - guitarrista do vestido preto de valentina elaborar), ver os locais - chaves de espalhá-lo, abrir meu mailling profissa e mandar ver com o release, agilizar os spams do bem, ver coisinha ou outra pra acertar que tudo fique bom.

Na semana programada pra fazer tudo isso rodar, caio de cama e isso me custa um atraso crucial, ou seja, teria que correr com tudo e ainda me recuperar neste meio tempo, mas tarefa cumprida. Apesar de também roubarem os cartazes em alguns lugares - tudo bem que tava lindo, mas podia deixar pra arrancar da exposição só depois que o show rolasse, né? - e de eu ter que repor tudo bem em cima. Segui ainda com um pouco mais de medo. Mas sabem? As mídias todas divulgaram bem o evento, funcionou o tanto de spam (criteriosíssima para não encher o saco de ninguém, só no objetivo de informar, mesmo.) e os convidados apareceram.

Dia da festa e chovia...

Chovia pra caramba, mas só até o fim da tarde. À noite faltou apenas abrir um sol pra ser mais clara. E o público apareceu. As pessoas me divertiram, fotografamos e filmamos tudo, as provas vão aparecer neste blog e no meu flog a contento.

Vamos aos shows da noite:

Pessoas Invisíveis - lá estavam Bruno Pizza, Bekko, Deco e Glauco chegando em cima da hora, meu coração quase dispara, mas coloquei em prática os ensinamentos de Buda e mantive a serenidade. Acontece que os meninos mandaram ver no rock e agitaram a galera que ia se formando. E teve mais, tivemos Nilma Cris - musa inspiradora de Bruno, num dueto com o cara em Meu Sol Não Vai Apagar a pedido do público.

Troca de som rápida, enquanto isso background num sonzinho preparado por Déo da dupla o vestido preto de valentina que inclui entre clássicos e modernosos: Suede - Beatiful Ones.

Theo e os Irmãos da Bailarina - Sério que a banda me surpreendeu, um vocal vigoroso e músicos bem afinados, um público fiel, cantando as músicas, covers bem moldados, sem falar na brodagem de restringir o repertório em favor das outras bandas da noite.

Mais música de fundo, troca rápida de palco para:

ZecaCuryDamm & a Formidável Família Musical - O público já bem quente e ainda querendo festa canta todas as músicas e as dança quase que em coreografia. Ainda sem a presença de Zeca, a banda mostra todo o seu poder flower de encantar.

o vestido preto de valentina - Fez um show pra pouca gente, infelizmente. Distribuíra um cd regravável e alertara para o conteúdo do som da banda e um vídeo em animação, clipe de Bulimia. Fizeram seu rock louco: uma bateria programada, baixo de 2 cordas e gritando suas letras. empolgaram os presentes pela atitude.

11 Comments:

Blogger cebola said...

Parabéns Miwky, que beleza!

18:31  
Blogger cebola said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

18:32  
Blogger cebola said...

Galera, lá no oculos de cebola, comecei uma série que vai registrar depoinemtos diversos sobre a música que nos obceca. No lançamento da série, Dantas, mandando ver pra caralho, cxonfiram lá.

18:34  
Blogger cebola said...

ah sim: www.oculosdecebola.blogspot.com

18:34  
Anonymous eduardo said...

se não fosse onde foi, eu teria ido também.

19:06  
Blogger tiago ramone said...

parabéns, miwky!!!
quando é o próximo!?
=*

22:26  
Anonymous Anônimo said...

Hmm.. os shows foram lindos.
Que venham mais!
Bjs

00:19  
Anonymous Paula said...

e as outras bandas entrevistadas? quando vai ter show também?

05:34  
Blogger miwky said...

bora ver, Paula. Bora ver...

08:07  
Blogger Gabriela R. Almeida said...

Miwky, a festa foi linda, sem babação de ovo. O lugar é legal (apesar de caro PRA CARALHO) - tinha até sofá e puf, fala sério que alguém imaginou algum dia que iria passar bem assim em um show de o rock!

Foi tudo bem organizado, a divulgação foi bacana, com materinha nos jornais e tudo. Difícil de imaginar, antes da festa, que numa quinta-feira daria tanta gente.

12:21  
Anonymous Ricobaea said...

Yeaeeaahhhh! Rock!! Festa Blz! agora 4 conto de cerva eh lenha! mas até q deu pra ficar em água legal,
PArabéns Miwky!
E Q venham outras Iniciativas como essa!
Alias! Qdo é o próximo mesmo?
O Velho Calypso acho q seria ideal!

12:52  

Postar um comentário

<< Home